Leitura  e arte
Leiturartes
Boa tarde! Domingo 08 de Dezembro de 2019  -   Passagem das Pedras, Picos - Piauí

Postado em: 11/05/2016 - Por: Nonato Fontes - Visitas: 960

Protestos são chamados de ato de guerrilha por futuro ministro da justiça de Temer

não foram atos de guerrilha, foram atos de revolta popular...

há momentos que os ordeiros se revoltam, como aconteceu ontem no ato que fechou várias avenidas pelo Brasil, mas não quer dizer que são guerrilheiros

Protestos são chamados de ato de guerrilha por futuro ministro da justiça de Temer

Agora a pouco li uma matéria que me colocou mais temeroso a respeito do futuro de nossa nação, diz ela que o indicado ministro da justiça de Temer (o usurpador) chamou os movimentos que bloquearam várias avenidas pelo Brasil de atos de guerrilha.

Não Senhor futuro ministro do governo sem voto, se é que tenho que ser muito cordial, tratarei como Senhor, o povo não é desordeiro, nem pode receber a alcunha que o Senhor colocou nele, não foram atos de guerrilha, foram atos de revolta popular, daqueles que estão vendo um usurpador, acompanhado de um bando de denunciados em falcatruas, que abocanharam o dinheiro da nação e agora estão roubando o poder, talvez para se safar das investigações, aliás nem precisava, pois para eles "não vem ao caso".

Nossa gente é ordeira, mas ordeiros não quer dizer patéticos há momentos que os ordeiros se revoltam, como aconteceu ontem no ato que fechou várias avenidas pelo Brasil, mas não quer dizer que são guerrilheiros, se o Senhor não sabe, e creio que isso não é nem o que pensar do Senhor, guerrilheiros usam armas letais, os de ontem sua única arma era a razão. Querem lhe tomar aquilo que foi conseguido com muita luta, muito sofrimento, muitas mortes. Talvez o Senhor nem tivesse coragem de defender esse direito que é a DEMOCRACIA, naquela época, quando na frente existiam canhões e fuzis.

Não, senhor ministro do governo sem voto, não é ameaçando os movimentos sociais, que se vai colocar ordem na casa Brasil, mas devolvendo a eles o que lhe roubaram. Como já ouvi da boca de um grande homem: Com a democracia não se brinca (Lula), os senhores brincaram e hoje estão para consumar o ato máximo desta brincadeira, assim não peça e, nem ameace, que eles não vão parar até que a democracia seja respeitada e o poder seja devolvido a quem lhe foi concebido através do voto de 54 milhões de pessoas.

 

    Seja o primeiro a comentar esta matéria!



Ver todas de: artigos