Leitura  e arte
Leiturartes
Bom dia! Quarta-feira 27 de Maio de 2020 - 05:10:15  -   Passagem das Pedras, Picos - Piauí

Postado em: 15/05/2014 18:38:46 - Por: Vilebaldo Rocha - Visitas: 2855

Rio Guaribas (Vilebaldo Rocha)

Nasceu as margens do guaribas

Vilebaldo Nogueira Rocha nasceu em Picos-PI, no dia 26 de dezembro de 1964, às margens do Rio Guaribas

Rio Guaribas (Vilebaldo Rocha)

RIO GUARIBAS

Rio Guaribas!
Rio da minha infância!
Rio pouco e lento, mas de águas claras;
Com piabas, traíras, piaus e mandis.

Rio das lavadeiras
Que ao cair do sol estavam
Com os dedos engelhados, os corpos cansados
E alguns trocados na capanga.

Rio dos cavaleiros-mirins!
Que galopavam no seu leito em cavalos de carnaúba;
Tangendo vacas, bezerros, sonhos e ilusões.
Tangendo a vida. Tangendo a sorte. A morte.

Rio dos plantadores de alho!
Que fizeram de Picos o celeiro do Piauí.
Teu leito verde distribuindo sonhos e esperanças;
Amenizando a dor no olhar do povo daqui.

Rio que no inverno arrastava
As populações ribeiras e deixava
Nos olhos das mães dos meninos afoitos:
Lágrimas salgadas e amargas e tristes.

Rio Guaribas!
Doce retrato amordaçado na lembrança!
Hoje és mofo. Esgoto. Fratura exposta.
O homem mija na solidão das tuas costas.

Quem saciava a sede alheia,
Hoje morre de sede e porrada.
Se arrastando para o mar, se contorcendo
Feito cobra perseguida e machucada.

Rio Guaribas,
Estes versos são lágrimas salgadas e amargas e tristes.
Um beijo ao teu renascimento,
Do menino que ainda existe.

  • icone-msn.png Nome: Raimundo Uchôa

    Em: 13/10/2018 às 10:34:53

    Essa bela poesia da lavra do poeta Vilebaldo me remete ? minha infância de menino traquino, que se banhava no Açude Grande e no rio Surubim, onde pescava piabas e brincava de canga-pé - brincadeira de menino macho, que não tinha medo de se machucar! Vilebaldo cumpre a missão do bom poeta, qual seja a de despertar emoções e sentimentos, através das lembranças que a palavra rimada é capaz de despertar! Parabéns, bom trabalho e que brotem outras belas poesias!



Ver todas de: poesias