Leitura  e arte
Leiturartes
Boa noite! Terça-feira 14 de Julho de 2020 - 20:51:28  -   Passagem das Pedras, Picos - Piauí

Postado em: 03/09/2014 23:36:51 - Por: Mundica Fontes - Visitas: 1549

Pinceladas (Mundica Fontes)

Artista plástica e escritora

A escritora de pinceladas e também artista plástica, mundica fontes nasceu na cidade de picos, sobrinha do escritor e romancista fontes ibiapina, teve muito do seu trabalho ilustrando os livros do seu tio.

Pinceladas (Mundica Fontes)

A arte é um processo dinâmico, enriquecedor e que jamais irá envelhecer. Ela se diversifica pelo estilo, expressões, formas, técnicas, nuances, matizes, ou até mesmo pela ausência cromática, mas a arte nunca passa despercebida, sempre haverá alguém para admirá-la ou criticá-la. O mais importante mesmo é o processo "CRIADOR", a capacidade de inovar, desafiar o poder de interpretação da mente humana.


Nos meus desenhos, fujo do real, não me prendo ao cotidiano nem adoto estereótipos tudo surge espontaneamente. Sigo a minha imaginação e tento penetrar no que não é perceptível aos nossos olhos.


Sinto-me feliz por retratar a vida, não como muita gente a visualiza, mas como a sinto, capto e decodifico suas formas e essências, numa conotação forte, vital, que sintoniza com o ser humano.


A natureza viva me fascina, porém meu amor é maior pelo inerte, pela matéria bruta, intocada. Minha atração é bem mais pelos montes, serras, colinas, PICOS... Estáticos, mudos, mas imponentes, resistentes, misteriosos... De onde brotam misteriosa energia.


Procuro me deter no mistério que existe no âmago do que é invisível. Ah! Sábia filosofia, se todos soubessem de sua magna importância e a cultivasse mais, talvez a humanidade fosse bem mais harmonizada e feliz!


Retrato a natureza, a vida e o que parece nem existir... Os pássaros sempre estão presentes como tema central. Uma maneira óbvia de denunciar os crimes contra a fauna e, também por emanar do meu eu, um forte desejo de SER LIVRE e de poder adentrar no mistério do cosmos.


Meus traços, rabiscos, são muitas vezes, fugas, desabafos, paixões, protestos... Para não me deixar contaminar pelo fétido lamaçal de uma sociedade estúpida, desumana, injusta, medíocre e corrupta.


MOURA, Raimunda Fontes, de

Literatura Piauiense - poesias, 1ª. Edição: Alerp, 2008, 62 p. Picos - Piauí.

    Seja o primeiro a comentar esta matéria!



Ver todas de: artigos